quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Mergulho


 
Mergulho na enseada sensual dos teus gestos,

Entre vagas amenas e impetuosas,

Húmido do teu beijo

E nado em braçadas melífluas, vagarosas…

 
Escuto o “Canto da Sereia”,

Em tons gemidos e suspirados,

Submerso no ventre do paraíso

Afundo nos teus lábios ensopados!

 
Ondulando ao compasso do desejo

Entoando, a duas vozes, este prazer

Sinto-te vir, sem qualquer pejo,

Nesse timbre louco em satisfazer!...

 
E quando a tempestade se atenua

Em ventos serenos e perfumados

Tudo recomeça na pele quente e nua

Entre beijos doces e salgados…

 

 

 

 

Sem comentários:

Enviar um comentário