quarta-feira, 21 de março de 2012

Tu

Chegaste com sorrisos nas mãos e
Música no olhar.
Ergueste os anjos quebrados
E clarejaste as trevas
Da alma sombria.
A tua voz desliza e
Despe-se em encantos mil.
Amanhece nos meus ouvidos
Com lírios, amoras e
Ténues acordes lunares.
Desfazes-te em água
Transparente e cristalina
Como as nascentes e flúmenes,
Ateiam cada gota,
No amor sublime.
Contigo, o oceano do desejo,
Searas verdes e papoilas onduladas
Um horizonte aberto
Todos os ingredientes da alegria
E eu a descobrir-me de novo.

Sem comentários:

Enviar um comentário