terça-feira, 27 de março de 2012

Elixir


Vem, amor
Aqui, junto a mim...
Adoça a ansiedade
Este desassossego sem fim.

Abrevia a negra espera
Tão sombria como distante;
Quero fazer do teu sorriso
O meu elixir constante.

Vem. Adoça a tempestade
Como dança e sopra o vento!...

E eu deixo-me sonhar
Nesse desejado momento!...

Sem comentários:

Enviar um comentário